E0470F4B-214F-4291-BE86-3813C52149F6
DestaqueNotícias

Prefeito de Marechal faz “manobra” com vereadores e consegue aumentar salário do cunhado para R$ 12 mil

Cacau também conseguiu a criação de novos cargos comissionados, descumprindo TAC com o Ministério Público

Na contramão da valorização salarial para os profissionais da Educação, o prefeito de Marechal Deodoro, Cláudio Filho Cacau (MDB), conseguiu aprovar na Câmara Municipal um Projeto de Lei de autoria do Poder Executivo que estabelece o aumento em 100% do salário do cunhado e a autorização para a criação de novos cargos comissionados no município.

A matéria foi apreciada e votada durante a sessão ordinária da Câmara Municipal desta quarta-feira (15). Apenas os vereadores Marcelo Moringa, Jorge Mello e Nelson Ned votaram contra a aprovação do PL, que está sendo motivo de crítica por boa parte da população.

De acordo com o vereador Jorge Mello, a aprovação da matéria vai contraria uma determinação do Ministério Público Estadual. “O que nos chateia muito é que a Câmara de Vereadores é uma extensão da Prefeitura de Marechal Deodoro. O presidente da Casa, vereador André Bocão, sabendo que existe uma determinação do Ministério Público para não haja aprovação de projetos criando cargos em comissão, e sim um concurso público”, destacou.

Já o vereador Nelson Ned lembrou que, na sessão passada, o Executivo enviou proposta ao Legislativo para reajustar em apenas 10% o salário dos servidores públicos que atuam na área da Educação. “E o pior que o aumento foi em duas parcelas. Sabemos que isso sequer se equipara as perdas salariais que a inflação vem causando no nosso país”, disparou o parlamentar, alegando, ainda, que os novos cargos foram criados para serem “barganhados nesse momento político”.

Por sua vez, o vereador Marcelo Moringa afirmou que o prefeito Cacau é acostumado a descumprir decisões judiciais e a legislação em vigor. “Gostaria muito que esses cargos fossem ocupados por deodorenses, mas sabemos qual a finalidade da criação deles. Infelizmente, essa gestão não pensa no povo deodorense. Além disso, atropela e acha que pode fazer o que quer com as pessoas. Isso é muito triste!

Com a aprovação da matéria, o cunhado do prefeito Cacau, Thélio Barreto, titular da secretaria municipal de Iluminação Pública passará a receber um salário mensal de R$ 12 mil, equivalente ao dobro do anterior.

Etiquetas

Berg Morais

Berg Morais - Jornalista, MTE - 1769/AL

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar