E0470F4B-214F-4291-BE86-3813C52149F6
DestaqueNotícias

De candidata “laranja” a secretária de Finanças, Nana Barbosa pode ser o “plano B” de Cacau

Gestora dos cofres do município pode concorrer à prefeitura de Marechal Deodoro

Não é mais segredo para ninguém que o prefeito Cacau (MDB) tenta emplacar Thiago Gondin para a sua sucessão em Marechal Deodoro. Mas por conta dos inúmeros escândalos e da alta rejeição, se faz necessário um “Plano B”.

A partir daí, entra em cena uma mulher que foi chamada de “laranja” pelos opositores por ter registrado candidatura apenas para atender a presença feminina na chapa proporcional, regra determinada pela Justiça Eleitoral.

Roseane Silva Teixeira Barbosa, a Nana Barbosa, disputou em 2016 uma vaga na Câmara Municipal e não foi eleita por que conseguiu apenas 3 votos. Isso, segundo a oposição, por não ter feito campanha. Sendo assim, caracterizada como “candidata laranja”.

A recompensa veio em seguida. Ela assumiu uma das pastas mais importantes e cobiçadas da cidade: a secretaria municipal de Finanças. Cargo que exige extrema confiança e intimidade com o gestor público. Mas dizem que isso ela tem de sobra com o prefeito Cacau.

Pela fidelidade à Cacau, Nana Barbosa pode ser o nome a ser trabalhado pelo grupo situacionista caso a rejeição à Thiago Gondin persista. Servidora pública que tem a simpatia de grande parte da população, a suposta “laranja” poderá, talvez, render bons frutos para seu grupo político.

Etiquetas

Berg Morais

Berg Morais - Jornalista, MTE - 1769/AL

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar