QUEM DÁ MAIS? Terminal do Porto de Maceió deverá ser leiloado

Slider

Segundo o Ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes, o Tribunal de Contas da União (TCU) deu aval para a desestatização de novos terminais, dentre eles o listado pelo governo federal como prioridade nacional está o leilão do terminal de movimentação e armazenagem de granel líquido, especialmente ácido sulfúrico do Porto de Maceió.

O anúncio foi feito na última semana, durante a 12ª Reunião do Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos (CPPI). Serão leiloados também os terminais nos portos de Santana (AP), Vila do Conde (PA), Aratu (BA) e Paranaguá (PR).

O total de investimentos está estimado em R$ 723,51 milhões. O PPI tem a finalidade de ampliar e fortalecer a interação entre o Estado e a iniciativa privada por meio da celebração de contratos de parceria e de outras medidas de desestatização.

O arrendamento do terminal do Porto de Maceió é alvo de uma consulta pública da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ) que começou no dia 10 do mês passado e termina neste domingo (23). A consulta é para receber contribuições e sugestões para a realização de licitação de arrendamento do terminal.