Com rejeição de quase 100%, como Padre Eraldo dará boa votação a seus candidatos em Delmiro Gouveia?


Prefeito ainda não conseguiu tomar as rédeas do município e colocar em prática ações que deem resultados à população.

Por Berg Morais 

Após a divulgação de pesquisas oficiais e com a confirmação da população, Padre Eraldo foi consolidado como o segundo pior prefeito de Alagoas. O político, que era a esperança dos moradores de Delmiro Gouveia, se transformou no terror dos menos favorecidos. Terror pior será após as eleições, onde ele terá que dar conta de cada voto prometido. 

Uma gestão falida não trás bons frutos. Nem para o gestor, que enterrou sua carreira política com o fracasso de sua administração, nem para seus apoiados, que não terão retorno nas urnas no pleito que se aproxima. 

Como pode um gestor com quase 100% de rejeição (segundo pesquisas divulgadas na imprensa) dar uma boa votação a qualquer político? O político escolhido pode ser até um dos melhores quadros de Alagoas, mas, somente o fato de dizer que é apoiado por Padre Eraldo, perde votos. Até quem votou a vida toda, muda de opção. 

A população delmirense já foi vítima do “Coronel de Batinas”, agora chegou a vez dos candidatos que receberão seu apoio se decepcionarem quando as urnas forem abertas. 

Aos mais próximos, Padre Eraldo diz estar com medo de não conseguir dar a votação prometida à seus candidatos e sofrer represálias. “Ele tomou umas doses de pitu e disse estar arrependido”, disse uma pessoa da cozinha do Prefeito, que pediu para não ser identificada.

Entre cachaças e falsas promessas, Delmiro Gouveia continua afundando. Em breve, a população terá uma surpresa. Adiantarei apenas a pauta: iluminação pública.