Slider
Notícias

SEM MORAL – JHC ‘esquece’ que recebeu grana da Braskem e finge solidariedade a moradores do Pinheiro

Esquenta a corrida pela Prefeitura de Maceió. Um exemplo é o áudio de um diálogo por WhatsApp que vazou nos últimos dias. Trata-se de um grupo no qual está Corintho Campelo, um dos candidatos a prefeito da capital alagoana. Na conversa, Corintho faz comentários sobre um de seus adversários na eleição, o deputado João Henrique Caldas. “Criadinho em berço de ouro. Financiado pela Braskem”, dispara Corintho.

O veterano político, de 76 anos, ironiza a postura do jovem JHC. Ele comenta a atuação do deputado no caso do afundamento do Pinheiro e mais três bairros afetados pela exploração de solo feita pela Braskem. Diz Corintho Campelo: “Como é que esse cara fica fazendo pronunciamento, que tá encaminhando isso, conseguiu aquilo, que vai resolver? Foi financiada a campanha dele de deputado, rapaz, pela Braskem, recebeu grana da Braskem”. JHC é acostumado a usar projetos dos outros para se promover. No Caso Pinheiro, ele tentou acobertar seu passado interesseiro com a Braskem.

Ouça o áudio

Como se fosse um desabafo, em tom de indignação, pergunta Corintho ao seu interlocutor no WhatsApp: “Qual é a autoridade moral que esse garoto tem pra tá falando em Braskem? É muito vigarista que tem aí na política. Os caras nunca trabalharam. Não tem um dia de trabalho, político profissional”.

O candidato fecha seu comentário sobre JHC lembrando de um grupo musical adolescente da década de 1980, Os Menudos, famoso pelo visual arrumadinho e pela cabeça oca de seus componentes. Fala Corintho: “Um menudo, criadinho em berço de ouro, chega aqui, nunca fez nada. Financiado pela Braskem, fica com esse discurso. O povo não é bobo”.

Corintho Campelo
Corintho Campelo

A ver os próximos lances da acirrada disputa para saber quem vai comandar Maceió nos próximos quatro anos. O certo é que vem tiroteio por aí.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar