Slider
Notícias

CSA – Mudança de CT está marcada para o próximo dia 30

Presidente do clube, Rafael Tenório, informa que todo o processo de transferência deverá ser concluído até 7 de abril

Foto: GloboEsporte.com

Devido às operações da Braskem que causou vários problemas geológicos também na região do Mutange, o Centro de Treinamento (CT) do CSA terá que mudar de endereço o quanto antes, em razão do risco de afundamento do bairro. A data para a mudança, que já foi adiada algumas vezes, está confirmada para o próximo dia 30, segundo o presidente do clube, Rafael Tenório.

Tenório explica que foi acordado com a Braskem a transferência completa até o dia 7 de abril e que o prazo para a mudança do pessoal é diferente do período definido para a transferência dos equipamentos internos. “Nós vamos sair no dia 30, todo o pessoal, como acordado anteriormente. A parte humana sai entre os dias 23 e 30. Até o dia 7 de abril, nós vamos tirar todos os equipamentos de lá. Teremos sete dias para tirar tudo”, informou o dirigente.

O novo endereço é o Estádio Nelson Peixoto Feijó, conhecido por Nelsão, na Via Expressa, em Maceió. Mas esse lar é temporário. O clube avalia a construção de um novo CT e considera duas possíveis localidades: as cidades de Marechal Deodoro ou Rio Largo.

Coronavírus

As atividades do clube estiverem suspensas nos últimos dois dias, em razão das medidas preventivas e de segurança contra o novo coronavírus. A equipe, junto com toda comissão técnica e funcionários do clube, retornou às atividades nesta quinta-feira (19) ao CT do Mutange, porém com restrições ao público.

Nesta tarde, houve um protocolo diferenciado de chegada dos funcionários, acompanhado pelo setor médico do time, em que foram investigados possíveis sintomas do coronavírus. Também aconteceu uma palestra antes do treino com orientações sobre cuidados, confinamento e instruções de prevenção ao Covid-19.

O CSA destaca que, exceto funcionários do clube, nenhuma outra pessoa pode acessar as dependências no CT. Além disso, informou que colaboradores que fazem parte do grupo de risco, como gestantes e idosos, foram dispensados de suas atividades.

O time ainda aguarda a definição de novas datas para os jogos do estadual, paralisados, a priori, por 15 dias. Também está sujeito a novas alterações nos treinos, caso seja orientado pelas autoridades. As demais competições seguem suspensas por tempo indeterminado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar