8C748F3C-60F7-4455-B0B6-E8FFCFA7387E
DestaqueNotícias

Má gestão de Cacau em Marechal pode prejudicar seus candidatos nestas eleições

Com a aproximação do período eleitoral, a contratação de pesquisas para avaliação da gestão em diversos municípios tem crescido. Os levantamentos são para consumo interno e servem como uma base para os investimentos que deverão ser feitos em cada localidade. Quanto maior a aprovação, mais candidatos se aproximarão do gestor com o intuito de obter votos no pleito que se avizinha.

Em Marechal Deodoro, uma das cidades mais importantes do litoral Sul do Estado, não é necessário ter dados de Institutos de pesquisas para saber que a administração do prefeito Cláudio Filho Cacau (MDB) não está indo bem. Para ter essa constatação, basta apenas dar uma volta em alguns bairros e conversar com a população.

A rejeição à Cacau pode provocar impactos políticos e eleitorais negativos que podem ir além das eleições deste ano. Agora, em 2022, seus candidatos para os cargos de deputado estadual, federal, senador e governador podem não ter resultados positivos nas urnas, pois, o reflexo será o da avaliação do gestor no município.

Já para 2024, o mau desempenho do prefeito está atraindo novos grupos políticos para ampliar a oposição no município. E este processo começou ainda em 2021, quando o prefeito do Pilar, Renato Filho (PSC), passou a frequentar constantemente Marechal Deodoro inserindo a mãe, deputada estadual Fátima Canuto (PRTB), na política local. A parlamentar deverá disputar a Prefeitura da cidade histórica pelo grupo oposicionista.

Para as eleições deste ano, Cacau tem como candidatos: o irmão, Alexandre Ayres, para a Assembleia Legislativa; o cunhado, Sérgio Toledo, para a Câmara Federal; e Renan Filho, para o Senado. Todos poderão se surpreender, de forma negativa, com o resultado das urnas.

As apostas são de que não haverá tempo para que Cacau tente reverter a situação. Há, ainda, aqueles que dizem que a gestão está “a mais de mil”. O resultado, saberemos no dia 02 de outubro.

Berg Morais

Berg Morais - Jornalista, MTE - 1769/AL

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar